"Regresse à Página Principal"

 

   
 

Era Uma vez um Tímido

Solidão e Silêncio? Inverta a Realidade e Ajude o seu Filho a ser Feliz

Por RITA CAETANO

HAPPY Nº Outubro 2006

 
 

LUDOTERAPIA: A SOLUÇÃO

Quando os pais sozinhos não conseguem ajudar o filho a ultrapassar as barreiras da timidez, devem procurar auxílio profissional. A ludoterapia pode permitir ao seu filho superar a timidez. Inscrevê-lo numa actividade de grupo que envolva a participação de todos os elementos da equipa é outro dos caminhos. De acordo com o Psicologo Vasco Soares, deste modo, promove-se o contacto com os outros num ambiente descontraído e no qual não há repressão, onde a criança se sentirá mais à vontade para comunicar.

Não espere é que a timidez se ultrapasse de um dia para o outro, e não se esqueça que alguém que já foi tímido será sempre uma pessoa discreta. E algumas das características da timidez poderão manter-se eternamente na personalidade do seu filho.

«Uma criança tímida é aquela que se sente retraída nas relações com os seus pares», afirma Vasco Soares, ludoterapeuta. Por outras palavras, a timidez impede as crianças de interagirem com os seus colegas. Preferem estar sozinhas, escondidas numa espécie de casulo, do que terem de passar pela aprovação dos outros.

 

ORIGEM DA TIMIDEZ

A forma como a criança é educada contribui para o facto de poder vir a tornar-se tímida. «Não nos podemos esquecer que o ser humano é um ser comunicante por natureza, mas quando na educação há elementos dissuasores da comunicação é normal que os mais novos se fechem em si próprios», lembra Vasco Soares. Se os pais falam pouco com os filhos, têm por hábito afastá-los de muitos temas de conversa e repreendê-los constantemente o mais provável é que eles fiquem com receio de comunicar. «Nesses casos, as crianças interiorizam que tudo o que fazem não tem qualquer valor, daí pensarem não valer a pena partilhar e preferirem estar sozinhas», reforça o especialista.

 

PORTA GIRATÓRIA

A grande dificuldade para os tímidos é dar o primeiro passo. Têm medo do que os outros vão dizer e pensar dele. Se começarem a comunicar e tudo correr bem, abre-se uma porta para superar a timidez. Contudo, muitas vezes, o que acontece é precisamente o contrário, essas crianças aproximam-se das outras mas são gozadas por falarem pouco. Perante esta situação, é com naturalidade que voltarão a afastar-se.

A opinião dos outros é muito importante para estas crianças. Por isso, se o seu filho é tímido tenha cuidado com o que lhe diz. Incentivá-lo é a palavra de ordem. «Se o seu filho faz um desenho não lhe aponte defeitos, valorize-o», exemplifica o especialista. Isso é meio caminho andado para lhe dar segurança e para ele sentir a autoestima reforçada e se tornar um pouco mais expansivo.

 

TÍMIDO NA ESCOLA

«A timidez é usualmente diagnosticada quando a criança vai para o infantário ou para a escola. Isto não quer dizer que todos os miúdos que se sintam retraídos nos primeiros dias sejam tímidos, os verdadeiros são aqueles que após algumas semanas continuam a não estar integrados», explica o ludoterapeuta. Mas esta não integração não é sinónimo de maus resultados na aprendizagem. «Bem pelo contrário, como receiam as relações sociais, investem nos estudos», assegura Vasco Soares.

Esses jovens vêem-se privados de tudo aquilo que se aprende interagindo com os outros. As dúvidas relacionadas com o sexo, são um bom exemplo, como refere o especialista: «Geralmente os mais novos falam entre si e vão aprendendo uns com os outros. Os tímidos ficam de fora dessas conversas.»

TIMIDEZ KO

COM A AJUDA DOS PAIS QUEBRAR O ISOLAMENTO É POSSÍVEL

  • Em casa, incentive-o a falar e a contar como foi o dia na escola.
  • Ensine-o a comportar-se em eventos sociais e crie oportunidades para que ele passe por essas experiências.
  • Elogie o comportamento e as actividades do seu filho.
  • Convide os colegas do seu filho para irem lá a casa.
  • Inscreva-o numa actividade ou desporto que promova a comunicação.
  • Estimule-o falar com as outras pessoas. Por exemplo, no café deixe que seja ele a fazer o pedido.
  • Não lhe diga repetidamente que ele é tímido, é o pior que pode fazer.

 

 
 
Marcação consulta:
 Lisboa: Leiria:
 
 
INSIGHT-Psicologia
LISBOA: Rua do Conde de Redondo, 60, 5º Piso 1150-108 Lisboa
LEIRIA: Rua Dr. João Soares, Lote A, r/c Esq. 2400-448 Leiria
 

 

 
______________________